Glicineas

"O sensual, de uma forma só nossa" traz a dicotomia:

Mulher - sua essência - iluminada pelo sol e acariciada pela Lua

Homem - essência mais discurso histórico do poder

Expressando suas identidades como cidadãos, inseridos numa construção histórica, com fronteiras estabilizadas, que teimam em se manter.

Ainda no século XXI.

Joana Rolim

A autora desfaz a fronteira.

E a linguagem de poder, dele, se desnuda na linguagem poética, dela - poemas de amor e sensualidade, um misto de real-virtual ou virtual-real.